Notícias

08 07 Noticia PET EntrevistsAndreaConsiderado o combustível do futuro, o hidrogênio verde está atraindo cada vez mais interesse em todo o mundo, mas especialmente no Brasil. O maior país da América Latina se destaca por ter todas as condições para produzir GH2 e, consequentemente, potencial para reduzir as emissões globais de efeito estufa. Recentemente foi inaugurada uma planta piloto no Rio de Janeiro com o objetivo de avançar na produção da fonte de energia mais sustentável do mundo.

Confira AQUI a entrevista com a Coordenadora do PET, Andrea Santos!

Fonte: CGNT

01 07 PET Estádio do Flamengo noticiaAposta na revitalização da Zona Portuária e de São Cristóvão, nova arena para 80 mil pessoas preocupa por ficar em área conhecida por trânsito intenso. Na avaliação de Ronaldo Balassiano, professor aposentado do programa de Engenharia de Transportes da Coppe/UFRJ, a questão da mobilidade será crucial para o projeto do novo estádio.

A construção de um estádio do Flamengo no antigo terreno do Gasômetro é mais uma aposta na revitalização da Zona Portuária do Rio e de São Cristóvão, bairro incluído recentemente no projeto Porto Maravilha. Nesta segunda-feira, a prefeitura publicou o decreto de desapropriação da área de 88,3 mil metros quadrados, onde o clube planeja lançar a pedra fundamental já em outubro.

“É preciso planejar como fica a mobilidade na região, que hoje já é ruim. Um jogo no fim de semana é mais tranquilo, mas em dias de semana vai criar uma demanda além da normal da cidade. É uma questão que precisa ser muito bem desenvolvida. Uma ideia é que, dentro desse contrato que vai ser feito com o Flamengo, fique claro como o público chegará ao estádio, já que isso também é de interesse do clube”, disse o professor Ronaldo Balassiano ao jornal O Globo. Ele ressaltou que, apesar da proximidade com o Terminal Gentileza, a arena vai atrair um público muito grande que não utiliza transporte público.

Fonte: O Globo e Veja Rio

26 06 PET Sandra noticiaProfª Sandra Oda do PET teve seu artigo "Enhancing Risk Management in Road Infrastructure Facing Flash Floods through Epistemological Approaches" publicado em edição especial do Buildings. O artigo foi elaborado pela aluna de mestrado do PET, Fernanda de Oliveira Sousa e faz parte de uma parceria com o Prof. Victor Andre Ariza Flores, da Universidad Tecnológica del Perú, autor principal.

Buildings é um periódico internacional, revisado por pares e de acesso aberto sobre ciência da construção, engenharia de construção e arquitetura, publicado mensalmente on-line pela MDPI.

Clique AQUI e acesse a pagina do Buildings no MDPI

Resumo do artigo: This study examines the integration of epistemological principles into road infrastructure risk management, emphasizing the need for adaptive strategies in the face of inherent climate uncertainties, particularly flash floods. A systematic review of peer-reviewed articles, industry reports, and case studies from the past two decades was conducted, focusing on the application of epistemological approaches within the infrastructure sector. The research employs a mixed methods approach. Quantitatively, the risk of pavement failure is measured by analyzing the relationship between pavement serviceability rates and Intensity–Duration–Frequency (IDF) data in areas frequently affected by flash floods. For example, rainfall intensities during flood events on the BR-324 highway in Brazil were significantly higher than monthly averages, with maximum values reaching 235.73 mm for a 5 min duration over a 50-year return period. These intensities showed an increase of approximately 15% over 5 to 10 years and 8% over 50 to 75 years. Qualitatively, traditional risk management methods are combined with epistemological concepts. This integrated approach fosters reflective practice, encourages the use of both quantitative and qualitative data, promotes a dynamic management environment, and supports sustainable development goals by aligning risk management with environmental and social sustainability. This study finds that incorporating epistemological insights can lead to more fluid and continuously improving risk management practices in construction, design, and maintenance. It concludes with a call for future research to explore the integration of emerging technologies such as artificial intelligence to further refine these approaches and more effectively manage complexity and uncertainty.

Clique AQUI e confira o artigo!

O Buildings agradeceu aos autores e esperam receber mais contribuições.

28 06 PET Inscrições noticiaAs Inscrições para o Processo Seletivo ao Doutorado 2024/3 estão ABERTAS!

Clique AQUI e confira o Edital!

Clique AQUI e acesse o formulário de inscrição!

12 03 PET noticia palestracanceladaTítulo: “Avaliação da Inserção de Veículos Movidos a Célula de Hidrogênio e o Seu Papel na Descarbonização do Setor de Transporte Rodoviário”

Candidato(a): Rafael Mendes Pereira

Orientador(es): Andrea Souza Santos - PET/COPPE/UFRJ e Victor Hugo Souza de Abreu - PET/COPPE/UFRJ 
Data: 26/06/2024
Horário: 13h00
Defesa Híbrida: CT - Bloco H – sala 115 e Transmissão On-line

Clique AQUI e acesse a transmissão!

Banca Examinadora:
Profa. Andrea Souza Santos(Orientadora) – PET/COPPE/UFRJ
Prof. Victor Hugo Souza de Abreu (Orientador) – PET/COPPE/UFRJ
Profa. Laís Ferreira Crispino Proença – POLI/UFRJ

Topo